Teste seu navegador | Benchmark JavaScript Browser

janeiro 31st, 2010

Hoje ia fazer um post sobre o novo Firefox, mas antes de escrever, resolvi fazer um teste na velocidade de execução do core JavaScript, um diferencial, entre os dois browsers, Firefox e Chrome.

Hoje em dia muitas aplicações web estão utilizando JavaScript massivamente, principalmente o Google. Eu particularmente prefiro criar um script bem feito do que usar Flash para fazer um menu, ou alguma outra necessidade que exija alguma funcionalidade extra.

Para o teste, utilizei alguns sites que realizam cálculos JavaScript, rodando nos dois browsers. Em tempos distintos mas com os mesmo aplicativos abertos, e consideravelmente o Chrome se saiu muito mais rápido no meu notebook Asus F6V.

O Chrome, com suas extensões está se tornando um browser muito bom. Eu já o admirava antes pela velocidade na execução dos scripts, principalmente na utilização do Gmail, e do Google Docs, e outros, que tem muita execução de scripts.

Mas mesmo assim, não troco a utilização do Firefox para desenvolvimento. Os plugins e agora com a nova versão mais rápida, e aparentemente utilizando mesnas memória, me ajudam radicalmente no desenvolvimento de novas aplicações, layouts e scripts web.

Você pode fazer um comparativo também. Faça um teste, acesse os links abaixo e verifiquem.

Este último, você vai encontrar mais testes além dos testes de cálculos JavaScript, como por exemplo testes de velocidade em manipulação com DOM.

Façam os testes, e deixem seus comentários :) .

jQuery – Dicas excelentes para melhorar sua vida de desenvolvedor

junho 24th, 2009

Em meus surfs pela internet, encontrei um tópico do Jon Hobbs-Smith, que é um diretores da tvi design (um site muito bem feito por sinal, vale a pena fazer uma visita a eles).
No tópico ele dá 25 dicas sobre como melhorar nossa vida de desenvolvedor, especificadamente com jQuery.
Eu já conheço jQuery a algum tempo (um ano eu acho), mas estou trabalhando com esse framework faz uns oito meses, mas já deu de pegar muitas dicas e conceitos.

Dentre os 25 citados por Jon, quase todos eu já utilizava. Nem todas eu concordo, e também nem todos eu compreendi o que ele quis dizer. Vou por aqui em meu post alguns dos que ele citou e os que eu aprendi com esse tempo de desenvolvimento com jQuery.

jquery_banner

jQuery é fantástico e realmente ajuda muito no desenvolvimento. E como Jon disse no próprio tópico, faço dele as minhas palavras: “Não sou especialista jQuery. Eu não pretendo ser, por isso, se existem erros neste artigo, então sintam-se livres para me corrigir ou fazer sugestões para melhorias.

Post Original com as 25 dicas de Jon: Link

Segue abaixo algumas das minhas dicas que utilizo sempre que possível:

  • Antes de iniciar um Script, sempre crie uma variável para chamar seus Scripts. O jQuery possui a opção “jQuery.noConflict“. Isso ajuda muito quando você sentir a necessidade de inserir um novo Script. Pois não vai correr o risco de os mesmos entrarem em conflito. Citarei mais sobre isso em outro post futuro.
  • Combine todas suas funções, seus scripts e aprimore-os
  • Utilize o firebug que é um ótimo console para depurar seus scripts
  • Manter suas operações compactas, para que utilize o mínimo de armazenamento em cache.
  • Mantenha seu código HTML bem definido e válido, como IDs únicas e classes. Isso ajuda tanto na programação quanto na organização do seu código.
  • Não utilize muitos efeitos pesados em uma única execução. Lembre-se que existem pessoas que ainda possui um computador, ou um navegador não tão rápido quanto o seu. Ou de preferência, crie Scripts alternativos para browser como IE6, diferentes do que você criaria para Firefox e Chrome.
  • (Esta nem sempre eu utilizo, mas seria muito usual) Depois de você ter fechado um script, ou um projeto em javascript, você pode utilizar ferramentas que minimizem o seu código, deixando menor e consecutivamente mais rápido. Citarei alguns outros scritps e site que fazem esse trabalho em outro post futuro também.
  • Tente minimizar seu código usando a possibilidade quando existir, de executar multiplas funções somente em uma chamada de código. ( Ex:    jQuery(CSS seletor).acao1().acao2(); )
  • Utilizar eventos pelos seletores do Jquery ao invés de usar no código, sempre que possível. (Ex: no lugar de utilizar em um elemento a opção ‘onclick’ você pode inserir quando sua página terminar de carregar chamadas como jQuery(CSS seletor).bind(‘acao’, function(){  alert(“seu código aqui”) });  ). Ainda postarei alguns exemplos melhores sobre isto.
  • Antes de atualizar o Script jQuery quando existir uma nova versão, tome cuidado para que os plugins que você use continuem funcionando. Muitas vezes tive que alterar os códigos dos plugins que eu usava para poder continuar utilizando na versão mais atualizada do jQuery. Mas sempre tente se manter atualizado além de seu script (risos).

Sempre que possível estarei atualizando essa lista com novas anotações, dicas e afins.

No mais qualquer dúvida ou sugestão vocês podem deixar comentários neste post.


Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes