Criando campanhas e aprendendo a rastrear elas com o Google Analytics

junho 16th, 2010

Poucos sabem como usar o Google Analytics por completo, ou seja, usar todos os recursos que eles disponibilizam.

Existe uma maneira fácil de criar campanhas e acompanhar como está o uso delas no seu site, e também depois disso criar relatórios e metas para gerenciar os acessos e mensurar a audiência das campanhas, que são links em banners, emails, redes sociais, dentre outros.

No Google Analytics existe um relatório chamado “Campaigns“, ou em portugês “Capanhas”. Isso está localizado dentro da parte de “Traffic Sources” ou também em portugês “Fontes de tráfego”.

Imaginando que você criou uma promoção no seu site de e-commerce, e quer distribuir alguns links em banners ou até em outros hot-sites direcionando para seu site. Ou então se o site ou banner que você vai publicar o link foi feito em Flash, imagine que isso pode ser prejudicial se o Google não irá contabilizar como link de referência, pois o Flash não consegue passar essa referência de qual site foi lincado o seu site. Ou então até mesmo para publicar links no Twitter e analisar a real audiência que ele proporciona aos links que você posta no microblog.

Então é nesse momento que entra o uso das campanhas do Google Analytics. O Google possui uma página com uma ferramenta chamada de “URL Builder“. Nela você vai montar a sua campanha de acordo com a sua necessidade.

Apesar de os campos terem seus exemplos para preenchimentos vamos entender um pouquinho como preencher os campos.

Website URL: Aqui você deve colocar o link completo da página que você deseja que o link seja direcionado.

Campaign Source: É usado para identificar  o nome do local em que você está vinculando o link da campanha. Ex: pesquisa, parceiro, Google, boletim1, maladireta.

Campaign Medium: Neste campo você deve especificar o tipo de mídia da campanha. Ex: banner, e-mail, cpc.

Campaign Term: Neste campo vão as palavras chaves para a campanha. Ex: Você vai fazer uma campanha de vendas de sapatos na categoria “Ferracini”, então as palavras que devem ir neste campo são: “sapato ferracini”.

Campaign Content: Neste campo devem ir palavras chaves para diferenciar campanhas que levam para a mesma palavra chave. Por exemplo se você quer criar duas campanhas com a palavra chave do campo “Campaign Term” iguais. Ex: “bico fino”. Isso iria diferenciar duas campanhas que levam para o link da categoria “sapato ferracini”.

Campaign Name: Por fim o nome da campanha, para especificar o produto, promoção ou estratégia que você quer definir.

Veja abaixo como ficou o link de acordo com a configuração da imagem anterior:

http://blog.webcres.com.br/category/web-master
/?utm_source=blog_webcres&utm_medium=link&utm_term=artigos_para_webmaster&utm_content=link_rastreados&
utm_campaign=%5Bteste_de_campanha%5D

Depois, basta ir até o analítics, com já citei, em Traffic Sources -> Campaigns e vai aparecer o link da campanha que você criou.No meu caso vai aparecer uma campanha com o nome: “[teste_de_campanha]“, veja:

Lógico, lembrando que o Google Analytics sempre tem um delay para exibir os dados computados, não vai aparecer no mesmo momento que você criar a campanha.

Espero que tenha conseguido mostrar como utilizar esta ferramenta. Fica a dica. Boa sorte e criem suas campanhas.

Por favor, deixem seus comentários, críticas e sugestões são bem vindas!

One Response to “Criando campanhas e aprendendo a rastrear elas com o Google Analytics”

Leave a Reply

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes